Primeiro Bebê

21.07.2011

{Gravidez} Dor nas Mãos

A gravidez é um sonho!! A vida inteira sonhamos em engravidar, dar vida a um bebezinho, mas, infelizmente, para muitas mulheres a gravidez vem acompanhada de alguns sintomas desagradáveis, principalmente no último trimestre. Este post é para contar um pouquinho de um dos sintomas que estou sentindo: dor nas mãos. Então se você também está sentindo, ou se vier a sentir, não se apavore… apesar de muito chato, é normal!

A dor e dormência nas mãos é causada por uma síndrome chamada síndrome do túnel do carpo. De acordo com o site Baby Center,  os sintomas podem incluir dormência nas mãos, formigamento, queimação ou dor nos dedos, mãos, punho, braço e até no ombro. No meu caso a pior hora é a hora de dormir, quando a mão fica parada em posição horizontal. Tenho tido noites mal dormidas porque acordo tendo que sacudir e levantar as mãos para cima… bem chato…

Mas, ao contrário do que parece, trata-se de um problema nos nervos, e não de circulação. O “carpo” é a estrutura óssea do punho, entre o antebraço e a mão. O túnel do carpo é um canal que tem três lados formados por osso e um por um ligamento. Por dentro desse canal, passa um nervo importante, o nervo mediano. O que acontece é que o inchaço e a retenção de líquidos que são comuns na gravidez podem fazer com que aumente a pressão dentro desse espaço estreito e pouco flexível, no túnel, comprimindo o nervo mediano

E não é só comigo que os sintomas pioram à noite, na maioria dos casos é assim mesmo. Então para aliviar a dor, sempre que sentir as fisgadas, mude de posição na cama. Também é importante tentar não dormir em cima das mãos. Algumas estratégias que podem diminuir as sensações é sacudir as mãos ou ainda colocar as mãos para o alto. Eu tenho colocado meu braço apoiado num travesseiro.

Durante o dia tente exercitar os dedos e as mãos, flexionando sempre que lembrar, ou ainda manter os braços elevados quando assiste TV, por exemplo. Evite movimentos repetitivos como digitar e fazer trabalhos manuais, que podem agravar os sintomas.

Na alimentação é importante controlar a quantidade de sal, a fim de tentar diminuir a retenção de líquido. Beber bastante líquido também ajuda a evitar o inchaço e, consequentemente, a dor. Outra dica, é fazer compressas de gelo ou mergulhar a mão na água gelada. Procure manter os pulsos bem retos na hora da dor (uma tala de imobilização temporária pode ajudar, especialmente durante a noite).

Apesar desta dor ser muito chata ela não é preocupante, mas é sempre importante informar o seu médico sobre os sintomas que você está tendo. E mais importante ainda: não tome nenhum analgésico sem conversar com ele antes!

A boa notícia!

Estes sintomas tendem a desaparer um pouco depois que o bebê nasce, junto com o inchaço. O sumiço da dor, no entanto, não é imediato, pois leva alguns dias até o inchaço todo ir embora.

E não deixe de contar para gente se você já passou ou está passando por isto!! Participe da enquete abaixo:

 

*Quer ler mais sobre este assunto? Clique aqui.

Por Karen Melzer

♥♥♥

Foto: Ask amum

Informações via Baby Center

Post escrito por:
Karen Melzer

1 amou

31 comentários em “{Gravidez} Dor nas Mãos

JANAINA disse...

21 de julho de 2011 às 14:33

Ah darling …que chato essa dor mas vc e tão especial que preparou esse post super bem escrito para tranquilizar as leitoras . Vc e dez e infelizmente certas coisinhas chatas acontecem durante esses 9 maravilhosos meses ne eu não imagino o quanto o corpo muda nem por tudo que ele passa ainda nao tenho filhos mas quando tiver gostaria de ficar linda como vc . Seu cabelo esta maravilhoso seus olhos pela foto ja da para ver o brilho especial imagina pessoalmente , sei que nos mulheres nos preocupados com os kilihso extra sempre mas vc esta divina por isso que e bom sempre se cuidar vc esta podendo arrasar nessa fase Gestante o que é uma benção . As dores vão passar corrente positiva . Bjs Jana

Responder

    Karen Melzer disse...

    21 de julho de 2011 às 14:59

    Jana!! Obrigada por tantos elogios… sempre achei as grávidas lindas, mas qdo chega a nossa vez a gente, infelizmente, não se sente assim… hehehe… mais 40 dias e meu bebê chega!! Daí acaba essas dores chatas!!! Beijão

    Responder

      JANAINA disse...

      21 de julho de 2011 às 17:01

      Karen eu já não sou tão generosa não viu …acho a maternidade uma coisa linda …agora toda grávida linda ,maybe rsrsrs Mas os elogios tudo verdade sem exagero de fã NATICA rsrsrs o que eu acho mesmo vc esta muito linda . Aproveita esses últimos dias para se curtir muito, assiste de novo aqueles filmes de grávidas Plano B, Ligeiramente Grávidos , o Pai da Noiva 2 esse e clássico né… ver a gravidez na ficção sempre ameniza a realidade rsrsrsr ah tem um filme super fofinho com a Natalie Portman e o Ashton que eu amei mas nao tem nada de grávidez se bem que tem sim a irmã dela no final rsrsrs se vc ainda nao viu fica a dica super fofo…chama-se Sexo sem compromissso ( No Strings attached ) rsrsrs Eu falo horrores ne sorry

      Responder

talita disse...

21 de julho de 2011 às 17:04

Olá Karen,
Não sabia dessa síndrome… amanhã eu entro para a 11° semana, e o mais chato são as cólicazinhas que sinto e a repulsa por comida, só consigo comer bolachas de todos os tipos é a unica coisa que não me dá repulsa…
Amei sei chá, ficou lindo lindo….
um bju meu e do meu bebê(ou minha bebê) em você e no seu bebê ♥

Responder

Tchella disse...

21 de julho de 2011 às 19:12

Nao tive nadica de nada… me sentia ótima, fomos até 40 semanas e eu ainda dormia com facilidade, fui muito abençoada, graças a Deus! :)

Responder

Vanessa Biondo disse...

21 de julho de 2011 às 21:27

Karen eu tive um problema semelhante, a Tenossinovite de Quervain ou Dedo em Gatilho, um tipo de tendinite também muito comum em grávidas e puérperas. Isso porque uma das causas desse problema são as alterações hormonais que possibilitam um processo inflamatório na bainha do tendão do polegar. Resultado, muita dor e perda de força . Não conseguia segurar sequer um copo, imagina ter que pegar o bebê o tempo todo. Sofri horrores e mesmo sendo fisioterapeuta e me tratando diariamente com gelo, alongamento e alguns exercícios tive que recorrer à uma infiltração local pois não suportava mais a dor (ainda mais sem poder tomar medicação devido à amamentação). A dica é não forçar demais os movimentos de punho. Segurar o bebê distribuindo bem a força por todo o braço e não sobrecarregando somente as mãos, não torcer roupas, pegar peso, enfim, guardar as energias pra pegar o único pesinho que realmente interssa: seu bebê, rs.
Beijos e boa hora pra vc.
:)

Responder

    Karen Melzer disse...

    22 de julho de 2011 às 09:34

    Oi, Vanessa!! Que coisa, né? São tantas alterações no corpo da mulher… mas espero que eu melhore logo… de qualquer forma, qdo a gente vê o rostinho do nosso filhote tudo deve valer a pena, não é mesmo? beijão

    Responder

Lu Oliveira disse...

21 de julho de 2011 às 23:11

Karen, como você eu sentia muitas dores na mão e principalmente no pulso… tanto que dias depois que o Vinícius nasceu eu não conseguia dar banho nele nem segurá-lo para amamentar. Cheguei a ficar com o braço imobilizado por mais de 20 dias… eu nunca tinha sentido dores no pulso antes, só que hoje 1ano e meio depois ainda sinto umas fisgadas… nada é como antes.

bjks

Responder

    Karen Melzer disse...

    22 de julho de 2011 às 09:41

    ai meu Deus! Tomara q não aconteça comigo… o pior é que ja tinha tendinite no braço direito… bjss

    Responder

Natasha disse...

22 de julho de 2011 às 08:28

Estou com o mesmo problema! e dormir a noite está sendo muito dificil, não encontro posição e acordo várias vezes! tirando a felicidade e o blilho no olhar, me sinto muito inchada e nada bonita :) mas agora falta pouco!
bjo e boa hora para todas nós!

Responder

    Karen Melzer disse...

    22 de julho de 2011 às 09:44

    Nem me fala, Natasha!!! Final de gravidez é brabo, né? ehhehehe… estou achando o finzinho bem chato… boa hora p/ nós!!! Bjss

    Responder

Livia disse...

22 de julho de 2011 às 09:13

Karen, eu fiz drenagem na minha gravidez toda a partir do 3º mes. As últimas semanas realmente são bem difíceis, e eu também sentia muitas dores nas pernas, e nas mãos e a drenagem aliviava muito! Eu fazia 2 vezes por semana.
Em uma das últimas semanas devido a correria, não pude ir. Resultado: 2,4kg a mais na balança! Foi aí que eu tive a certeza de que a drenagem é super benéfica. O meu Miguel tem 10 meses e eu continuo fazendo, 2 ou 3 vezes por semana, e é ótimo, principalmente na TPM.
Descanse bastante, não faça muitos movimentos com as mãos, logo, logo, esses sintomas vão acabar.
Bjs
Livia

Responder

    Karen Melzer disse...

    22 de julho de 2011 às 16:51

    Oi, Livia! Obrigada pelas dicas!!! Espero que em breve me sinto melhor!! Bjão

    Responder

Gélia Carvalho disse...

22 de julho de 2011 às 10:22

Olá Karen,

Estou com 22 semanas e não tenho estes sintomas, nen enjoei nadinha a única coisa diferente é uma dor que parece ser na costela, mas todos e até minha médica ja disse são GASES…infelizmente tb tenho que conviver com isso e as vezes até acordo com dor, esta é minha segunda gravidez, mas totalmente diferente, pois a primeira eu tinha 15 anos, contei para meus pais com 6 meses e com 7 a minha filha nasceu! No dia em que ele completou 15 anos (6/4/11) confirmei com exame de sangue de que estava realmente grávida, visito o blog todos os dia por inspiração para meu chá de bebê, depois vou postar as fotos para vocês…

Parabéns….pelo Blog e claro pela grávida elegante que esta e o bebezinho lindo que vai nascer…

Gélia Carvalho

Responder

    Karen Melzer disse...

    22 de julho de 2011 às 16:52

    Oi, Gélia!! Parabéns pela gravidez!! Que continues passando bem!!! Beijão e obrigada pelo carinho! ;)

    Responder

Lisi Cardoso disse...

23 de julho de 2011 às 09:27

Karen, tb tive dores nas mãos, é tão chato nao é?
Nao bastasse a gente ficar fofinha, com um pouco de edema nas pernas e essas dores?!
Mas tu vai ver, é olhar o Rafa e toda dor vai passar, ou pelo menos terás esta impressão, o que ajuda muito!
Como já tive meu primeiro filho, acho que o principal neste finalzinho é descansar…e preparar o ninho! Assim quietinha, olhando pra dentro, elaborando a chegada próxima, arrumar as roupinhas com tranqüilidade, as vezes só entre vcs… Isso tudo ajuda a deixar o coração confortado e pronto pra esta chegada tão esperada!
Bjos Lisi

Responder

    Karen Melzer disse...

    23 de julho de 2011 às 20:18

    Oi, Lisi!! Sim, acho que ficar calminha ajuda!!! Agora falta pouco, é a reta final… obrigada pelas palavras!! Beijão

    Responder

Jeice disse...

27 de julho de 2011 às 11:08

Oi Karen, que bom que você tocou nesse assunto, eu tenho um bebê que fez um ano no último dia 16, e no fim da gravidez sofri muito com essas dores. E meu caso vale ser relatado, não quero assustar ninguém, mas se eu tivesse essa informação antes…
Bom, começou como o seu caso, formigamento, dores nos pulsos, mas bem no final da gestação, e olha que nem tive problemas de inchar, mas a médica, minha obstetra dizia que isso era uma coisa “normal”, por causa dos hormônios, e que depois iria desaparecer… Passou o parto e nada, cada vez ficou pior, procurei diversos especialistas, todos diziam que era os hormônios, por causa da amamentação, que iria passar… Depois de 8 meses, eu já tinha parado de amamentar. Ainda continuava com caimbrãs, nos braços que corriam pelo corpo. Fui em mais um ortopedista, e com algumas perguntas e exames ele me recomendou uma ressonância, e até que enfim! O verdadeiro problema: hernia de disco na cervical! Esse era o problema desde o inicio, que foi mascarado, justamente porque é muito comum as grávidas terem esse tipo de sintomas… Mas que calvário até chegar o diagnóstico! Até hoje sofro com isso, meu caso é grave, será necessário uma cirurgia, mas não há condições, meu filho precisa mais de mim nesse momento. Então o que eu tenho feito é pilates, acupuntura… e realmente tem ajudado, melhorei, aprendi a cuidar do meu corpo, mas fico pensando, se eu soubesse antes, teria me cuidado mais!
Bom, como eu disse não é para assustar ninguém, mas procure avaliar essa possibilidade. Ainda mais que quando nasce o nosso filho, pelo menos no inicio, acabamos por deixarmos de lado nós mesmas e marcar consulta, sair de casa para isso é necessário planejamento maior…
De qualquer forma, melhoras e que você tenha um abençoado parto. ( mas apesar de tudo, eu ainda quero mais filho, hehehheheeh)

Responder

    Karen Melzer disse...

    27 de julho de 2011 às 14:21

    Oi, Jeice!
    Obrigada pelo seu relato, realmente é muito importante descartarmos todas as possibilidades.
    Beijão e melhoras!!!

    Responder

Jacqueline Cé Martins disse...

25 de agosto de 2011 às 17:48

Oi Karen!

Parabéns pelo lindo bebê! Ele é uma gracinha e, dormindo daquele jeito, parece um anjinho. Curta bem esses momentos, pois não importa o tempo que passe eles ficarão guardados pra sempre na sua memória e no seu coração. No que se refere a esse problema chatinho que você está tendo tenho certeza que vai passar com o tempo. Eu não tive isso nas minhas 3 gestações, em compensação estou tendo agora,na menopausa. Depois de descartar problemas circulatórios fui informada por uma médica homeopata e pela minha ginecologista de que esse tipo de problema é bem comum aparecer também na menopausa. E, realmente piora quando faço trabalhos manuais. O jeito é não abusar dos excessos e praticar exercícios para aliviar os sintomas.

Beijos pra você e pro Rafael

Responder

Talita Vieira disse...

29 de março de 2012 às 17:55

Nossa,essas dores no meu túnel do carpo começou na metade da minha gestação,acordava com as mãos dormentes e formigando e levava uns bons minutos para voltar ao normal,quando eu acordava de manhã.Mais já se fazem 4 mesês que ganhei meu bebê e essa dor não passa,a dor piora dependendo do dia,e eu avisei meu médico que estava acompanhando minha gestação e perguntei se tinha algo a ver com ela e ele me disse que não tinha a ver.

Responder

Catarina Sena disse...

25 de novembro de 2012 às 01:04

Descobrir que estava grávida na quinta semana,desde já entrei tudo qto é site pra descobrir o que eu sentiria nos próximos meses.Enfim…estou na trigésima sétima semana e posso falar que senti e ainda estou sentindo tudo!
Enjoos,azias,nariz congestionado,cansaço,mudanças repentinas de humor,cólicas,micçoes frequentes(pra mim esse é o sintoma pior que estou sentindo até hoje),formigamentos nas mãos,falta de ar,inchaço nos pés e nas mãos,enfim tudo…tudo senti e ainda estou sentindo!
Mas é válido logo mais meu filho vai estar chegando se Deus quizer com muita saúde,para as mães de primeira viajem só desejo…BOA SORTE nesses periodos difíceis!

Responder

    Karen Melzer disse...

    26 de novembro de 2012 às 09:16

    gravidez é muito bom, mas vem acompanhada (pra muitas mulheres) destes sintominhas chatos. Depois que nossos pitocos nascem, tudo vale a pena! Bjs

    Responder

Josete disse...

28 de novembro de 2012 às 10:24

Estou sentindo todos esses sintomas na mão direita. Não consido dormir direito… ainda bem q já estou na 34ª semana. Não vejo a hora de Sofia chegar e poder curtir ela sem essas dores chatas. Obrigada pelo texto, achei muito explicativo e me ajudou muito, pelo menos pra aliviar a minha preocupação. Agora é só aguardar 6 semaninhas . Uffaaaaaa rsrs

Responder

Beatriz Marques disse...

1 de dezembro de 2012 às 16:19

Nossa estou bem assim mesmo, durmo mal a noite e sinto muitas dores e dormência também. Fiquei mais ttanquila agora, sabendo que logo logo isso vai passar pois já estou na 33º semana. Beijo a todas.

Responder

Renata Albuquerque disse...

6 de fevereiro de 2013 às 05:32

Estou na 3 gestação e senti em todas as mesmas dores, e confesso que a única vontade que dá é de realmente sacudir e ficar com as mãos para o alto, mas além disso eu fico andando pela casa e NÃO MELHORA…e nessa ultima gestação essas dores vieram no 4 mês…..é terrível mas meu obstetra me mandou procurar um especialista em mão e ele fez no consultório uma infiltração bem rápida e quase que indolor (meu obstetra disse que seria provável essa indicação e se sim ,não haveria problema em fazer por estar gestante)….alivio total estou já a 2 meses sem nenhuma dor em nenhum momento nem de dia e nem de noite , nem deitada nem andando….zerinho…MA-RA-VI-LHA…busquei o especialista é a melhor decisão.

Responder

    juliana disse...

    4 de setembro de 2013 às 21:15

    oi renata como se chama esse especialista em maos, nao to aguentando mas essa dor nas minhas maos…bjs

    Responder

juliana disse...

4 de setembro de 2013 às 21:11

oi.estou com 29 semanas mas desde 16 semanas sinto dores e formigamento nas maos principalmente e noite ja nao sei mas o que faço nada alivia a dor,minha go disse que depois q meu bebe nascer q vai passar,nao sei oq e uma noite de sono a muito tempo e o pior q trabalho com as maos e isso piora muito.bjsss

Responder

jirlene disse...

26 de março de 2014 às 23:03

Comecei a sentir essa dor nas mãos com 21 semanas de gravides….é muito chato não consigo dormir direito e durante o dia não consigo fazer quase nada com os dedos dormentes mãos e braços inchados e doendo…..Mais estou muito feliz em esta esperando um bb,pois é minha primeiro gravides.
Biejos a todas as gravidinhas.

Responder

GIL disse...

6 de abril de 2014 às 19:43

Estou na mesma situação,não sei mais o que e dormir, cada vez que deito e um desespero terrível,muita dor.Estou com 24 semanas e nem quero pensar no tempo que falta pra a minha princesa nascer, porque me da aflição e muita dor nas mãos e os dedos dormentes,obrigado por abordar o assunto,e parabéns pelo bb.

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Voltar para o topo
Publicidade
Juliana Moscofian